25/05/2024

Lauro de Freitas Informa

Notícias de Lauro de Freitas

Estudantes criam gerador de energia a partir da força magnética

3 min read

O Brasil é grande consumidor de energia, e conforme dados do Ministério de Minas e Energia, 83% da fonte energética brasileira é limpa. Apesar de ter uma alta porcentagem de energia renovável, a busca por geração de fontes sem emissão de poluentes e com pouco prejuízo à natureza é contínua. Por isso, estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional em Tecnologia, Informação e Comunicação (Ceep/Tic), orientados por Carla Ollandezos e Josemir Castro, criaram um gerador de energia a partir da força magnética.

Os alunos utilizaram um dispositivo chamado dynamo, que usa energia cinética para gerar energia elétrica. Além do aparelho, o gerador utiliza um suporte de madeira, ímãs e pilha, que gera a carga inicial. “O processo magnético se dá por conta dos ímãs na ponta do dynamo, que forma um campo. O movimento é iniciado por uma pilha, que é fonte de energia externa. O objetivo é que esse movimento se mantenha, gerando energia por um período”, explica Flávia dos Santos, integrante do grupo.

Segundo a jovem estudante, o intuito do equipamento é disponibilizar energia limpa e, dessa forma, contribuir com a preservação da natureza. “Queremos produzir o produto em maior escala, assim, ele pode abastecer uma casa ou até mesmo uma cidade. Tudo isso utilizando uma energia mais sustentável possível e ajudando ao meio ambiente”.

Flávia destaca que a tecnologia está em fase de teste e busca financiamento. “Conseguimos um avanço significativo mesmo com a baixa fonte de renda. Por isso, acreditamos que com um apoio financeiro iremos alavancar ainda mais. Por enquanto, vamos continuar o estudo para achar o ângulo proporcional adequado, para que os polos trabalhem juntos e mantenham a energia”.

Fonte: Divulgação/Secti

O projeto faz parte do Programa Ciência na Escola, da Secretaria de Educação, com participação na 10ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (Feciba). A equipe é composta por Agatha Gomes, Anna Victoria, Bruna Velame, Clara Laís, Eduardo Miguez, Ellen Leticia, Enzo Santos, Flávia Paula, Gustavo Oliveira, Joaquim Alves, Luna Martins, Maria Eduarda Conceição, Maria Eduarda Souza, Ruan Martinz, Stefane Vitória, Thiago Senna, Vitor Gonçalves, William Renato.

Bahia Faz Ciência

A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e a Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb) estrearam no Dia Nacional da Ciência e do Pesquisador Científico, 8 de julho de 2019, uma série de reportagens sobre como pesquisadores e cientistas baianos desenvolvem trabalhos em ciência, tecnologia e inovação de forma a contribuir com a melhoria de vida da população em temas importantes como saúde, educação, segurança, dentre outros. As matérias são divulgadas semanalmente, sempre às segundas-feiras, para a mídia baiana, e estão disponíveis no site e redes sociais da Secretaria e da Fundação. Se você conhece algum assunto que poderia virar pauta deste projeto, as recomendações podem ser feitas através do e-mail comunicacao.secti@secti.ba.gov.br.

Fonte: Ascom/Secti

Deixe seu comentário
Compartilhe